Cursos serão ofertados em 16 escolas estaduais. Matrículas estarão abertas no período de 1º a 15 de março

O ano letivo de 2020 está em fase de conclusão e as escolas já se preparam para as atividades de 2021. A matrícula, como o fio condutor do processo educacional, já tem data para começar: no período de 1º a 15 de março, para todas as modalidades de ensino. Somente para a Educação Profissional, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) ofertará 2.318 vagas de cursos presenciais distribuídos em 16 unidades de ensino.

Os cursos técnicos são distribuídos da seguinte forma: Integrada ao Ensino Médio; Integrada ao EJAEM; Integrada/Integral, Técnico na forma concomitante e Técnico na forma subsequente. Os cursos técnicos nas formas integrada e concomitante, pré-requisito, o aluno deve ter concluído o Ensino Fundamental; para o Curso Técnico na forma subsequente, pré-requisito, o aluno deve ter concluído e Ensino Médio. No caso do Curso de Formação Inicial e Continuada (FIC), o pré-requisito depende de cada curso.

Nessa perspectiva, os estudantes poderão optar por cursos técnicos em hospedagem, nutrição, manutenção e suporte em informática, administração, segurança no trabalho, mecânica, automação, agropecuária, agroindústria, técnico em comércio, agente comunitário de saúde, agronegócio, agroindústria, rede de computadores, alimentos, canto, instrumento musical, formação inicial músico de banda, músico de orquestra, oficinas de musicalização, além de curso de operador de caixa, de recursos humanos, auxiliar administrativo, e conjunto de cursos FIC eixo administrativo e agropecuária.

Para a professora Rivânia Andrade, coordenadora do Serviço de Educação Profissional da Seduc, a importância da Educação Profissional e Tecnológica – EPT para o alunos, do Ensino Médio, dá-se em função da oportunidade de o estudante, ao concluir o curso técnico na forma integrada, ter adquirido a habilitação profissional técnica de nível médio, e também ter a oportunidade de participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e ser absolvido pelo mundo do trabalho. Ao todo, a rede estadual de Sergipe possui 16 centros estaduais de educação profissional (CEEPs).

São eles: CEEP José Figueiredo Barreto (Aracaju), Instituto Rui Barbosa (Aracaju), Conservatório de Música de Sergipe (Aracaju), Colégio Estadual Cleonice Soares da Fonseca (Boquim), CEEP Maria Fontes de Faria (Boquim), CEEP Marcelo Déda Chagas (Carmópolis), CEEP Professora Neuzice Barreto (Nossa Senhora do Socorro), CEEP Dom José Brandão de Castro (Poço Redondo), CEEP Ulisses Guimarães (Umbaúba), CEEP Gov. Seixas Dória (Nossa Senhora do Socorro), CEEP Berila Alves de Almeida (Nossa Senhora das Dores), Colégio Estadual Murilo Braga (Itabaiana) e CEEP Agonalto Pacheco (Neópolis).

Por ASN

1 COMMENT

Deixe uma resposta