De acordo com a SES, ele foi assistido com cuidados intensivos dentro de uma Unidade de Suporte Avançado (USA), por um socorrista, uma enfermeira e um médico.

Ambulância da SAMU — Foto: Reprodução/TV Sergipe

Um homem de 53 anos foi atendido e ficou cerca de duas horas em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) até ser transferido para um leito de UTI no Hospital Regional de Propriá.

De acordo com o Presidente do Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado de Sergipe, Adilson Melo, o paciente foi atendido às 5h da manhã por um um socorrista, uma enfermeira e um médico e só conseguiu a vaga no hospital por volta das 7h.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o encaminhamento foi feito após a avaliação da gravidade e a comprovação da necessidade de leito específico para o paciente.

Segundo o último Boletim Epidemiológico da SES, a taxa de ocupação dos leitos de UTI na rede pública, para pacientes com a Covid-19 é de 83,1%.

Por G1 Sergipe

Deixe uma resposta