Circula nas redes sociais um vídeo em que um motorista de ônibus da empresa Coopertalse, que realiza viagens intermunicipais no estado, alega que um homem, que se supostamente se identificou como agente da Guarda Municipal de Aracaju (GMA), atirou em dois pneus do veículo em movimento.

O caso aconteceu no povoado Tatu, localizado no município de Japoatã, região do Baixo São Francisco.

No vídeo, o motorista afirma que o suposto agente da GMA solicitou a parada do veículo para que pudesse embarcar e realizar uma viagem até a capital sergipana, mas o ônibus estava com a capacidade máxima de passageiros e, por isso, ele foi impedido de embarcar.

O homem se revoltou quando o motorista sugeriu que ele esperasse o próximo ônibus que passasse no local, em razão disso ele sacou a arma e atirou em dois pneus do veículo que estava em movimento.

De acordo com a assessoria da GMA, não houve nenhuma denúncia sobre o caso, mas a corporação teve acesso ao vídeo. A GMA informou também que sem denúncia não há como afirmar que o cidadão, acusado de atirar nos pneus, é guarda municipal, muito menos que é de Aracaju.

Tentamos contato com a assessoria de comunicação da Coopertalse, mas até o momento da publicação desta matéria não obtivemos resposta.

Deixe uma resposta