Movimentação financeira efetuada durante o segundo semestre de 2020 será investigada — Foto: Grupo Uninter/Aquivo

A Prefeitura Municipal de Itabi vai passar por uma inspeção extraordinária, com foco específico em toda a movimentação financeira efetuada durante o segundo semestre de 2020. A determinação é da conselheira Susana Azevedo, do Tribunal de Contas do Estado (TCE/SE), e foi divulgada nesta terça-feira (5).

A determinação acontece após a polícia confirmar que está investigando o ex-prefeito da cidade, que é suspeito ter ateado fogo em documentos da prefeitura na noite do último sábado (3).

“Faremos uma análise minuciosa, sobretudo nos contratos, pagamentos e empenhos mais recentes realizados em Itabi, para averiguarmos possíveis irregularidades que possam comprometer o desempenho da nova gestão e, consequentemente, a qualidade dos serviços prestados à população”, afirmou a conselheira e atual relatora das contas do município.

Segundo o TCE, com a autorização, os trabalhos serão efetuados pela 1ª Coordenadoria de Controle e Inspeção (CCI), através da solicitação de documentos e visita in loco para posterior deliberação da relatora junto ao colegiado em sessão plenária.

Deixe uma resposta