Prisão foi convertida em liberdade provisória. — Foto: Reprodução/Redes Sociais/ Arquivo

A Justiça determinou, nesta quarta-feira (6), a soltura de um homem preso suspeito de se passar por policial civil, para realizar serviços de segurança de estabelecimentos comerciais na Zona Norte de Aracaju.

O juiz, Marcelo Cerveira Gurgel, converteu a prisão em liberdade provisória sem o pagamento de fiança, com a aplicação das seguintes medidas provisórias:

  • Comparecer bimestralmente ao Juízo de origem para informar e justificar suas atividades, durante o período de 120 dias;
  • Proibição de ausentar-se da Comarca até que ocorra o arquivamento do procedimento investigatório ou, na hipótese de oferecimento de denúncia, até a citação do acusado.

Na decisão do magistrado consta ainda que o descumprimento de qualquer uma das medidas, bem como a prática de novos ilícitos, podem motivar uma nova ordem de prisão.

Fonte: G1 Sergipe

Deixe uma resposta