De acordo com dados do Portal da Transparência, quase R$ 58 milhões foram gastos por órgãos da Administração Pública Estadual com locação de veículos no ano de 2020. Quando o assunto é o montante dispensado para a compra de passagens aéreas, o Estado gastou pouco mais de R$ 876 mil.

A equipe de Reportagem do Fan F1 realizou uma análise detalhada dos 35 órgãos responsáveis por esses gastos e apurou que em 21 deles, no quesito locação de veículos, o montante foi superior ao declarado em 2019. Em tese, significa que mesmo com o Plano de Contingência de gastos instituído pelo Governo do Estado e a realocação de servidores para o trabalho remoto devido à pandemia, ainda assim, as medidas não foram suficientes para apertar os cintos nesses órgãos.

Pela primeira vez em anos, a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) não é a grande campeã dos gastos com locação de veículos. Pelo contrário, por lá houve uma redução de quase R$ 56 milhões comparando com 2019, sendo, inclusive, a grande responsável pela redução de gastos do governo com esse tipo de serviço.

Mesmo com o aumento em 21 órgãos, o governo conseguiu reduzir (graças à Seduc) o montante do gasto em 48,52%. Em 2019 o gasto com locação foi de pouco mais de R$ 112 milhões, enquanto em 2020 o montante quase chega à casa dos R$ 58 milhões.

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE) ocupa a primeira colocação no aumento dos gastos com locação de veículos. Ao todo, foram mais de R$ 17 milhões, com um aumento de mais de R$ 750 mil. Na segunda colocação, com um aumento de R$ 387 mil, está a Secretaria de Estado da Saúde (SES), seguida pela Secretaria de Estado de Inclusão e Assistência Social (SEIAS), com aumento de R$ 377 mil.

Já na quarta posição está a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), que aumentou seus gastos com aluguel de veículos em R$ 274 mil; A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) foi a quinta colocada com aumento de R$ 261 mil.

Dentre as empresas que celebram contrato para locação de veículos estão: Localyne Transporte Turismo Ltda; Loc Construções e Empreendimentos Ltda; Henrique & Marques Locadora Ltda; Samam Locadora Ltda; Localiza Rent a Car S/A; LM Transportes Serviços e Comércio Ltda; Nossa Senhora da Vitória Transportes Ltda; Leandro e Lisboa Turismo e Transportes Ltda; Disloc Locação de Veículos; Locamil Serviços Eireli; Locavese Locadora de Veículos de Sergipe Ltda; TCAR Locação de Veículos Eireli; FM Locação de Veículos Ltda; Aliança Transporte de Passageiros e Turismo Ltda e a Locavel Serviços Ltda.

A Reportagem também conferiu os gastos com passagens aéreas e observou uma redução de quase três milhões nesse tipo de gasto, com queda em quase todos os órgãos, exceto um deles, a Fundação Renascer, que elevou essa despesa em quase 350% comparando com 2019.

Em nota, o Departamento de Comunicação do Governo do Estado informou que desde o inicio de sua gestão, o governador Belivaldo Chagas instituiu um Plano de Contingenciamento de Gastos, no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta. Em 2020, em decorrência da crise na saúde provocada pela pandemia do novo coronavirus, com reflexos diretos na economia, as medidas foram ampliadas através de Decreto publicado no dia 24 de março de 2020 (Decreto nº 40.567), vedando atos que possa aumentar as despesas do Estado, enquanto durar a crise sanitária, entre elas as restrições para as viagens de servidores e a alocação da força de trabalho do Executivo em regime de trabalho remoto.

Ainda de acordo com a nota, após a pandemia, os órgãos públicos do Estado poderão avaliar a possibilidade de substituir parte das viagens por reuniões remotas, de forma a continuar gerando economia.

Confira os 21 órgãos que aumentaram suas despesas com locação de veículos e de quanto foi esse aumento:

 ÓRGÃOLOCAÇÃO DE VEÍCULO
AGRESE+R$ 21.958,76
CODISE+R$ 187.560,60
CEHOP+R$ 10.844,43
CBM+R$ 14.008,79
DER/SE+R$ 141.438,50
EMGETIS+R$ 27.037,12
FAPITEC+R$ 57.553,75
Aperipê+R$ 126.939,26
Fundação Renascer+R$ 73.942,98
Sergipeprevidência+R$ 28.364,03
Ipesaude+R$ 98.438,28
ITPS+R$ 28.183,89
PGE+R$ 22.199,94
SEAD+R$ 70.269,37
SEFAZ+R$ 261.737,90
SEIAS+R$ 377.594,86
SSP+R$ 758.683,24
SES+R$ 387.618,20
SEDETEC+R$ 274.185,32
SEDURBS+R$ 205.412,55
SEGG+R$ 103.735,57

Deixe uma resposta