A falta de energia provocou reação dos moradores, que ameaçaram fechar a rodovia.

Operação contra ligação clandestina em Aracaju — Foto: Anderson Barbosa/TV Sergipe

Cerca de 700 famílias que moram no Loteamento Nova Liberdade, às margens da BR-235, em Aracaju, ficaram sem energia elétrica no início da manhã desta quarta-feira (24). O fato ocorreu por causa de uma ação contra as ligações clandestinas na região. As polícias Militar e Rodoviária Federal participaram da operação.

Por cerca de três horas, os técnicos da companhia retiraram fios que foram colocados na rede de alta tensão. A falta de energia provocou reação dos moradores, que ameaçaram fechar a rodovia. O trânsito chegou a ficar lento no sentido saída da capital.

De acordo com a polícia, no fim do ano passado, uma empresa proprietária de galpões localizados na região ganhou na Justiça uma ação contra a Energisa, alegando que ligações clandestinas provocavam quedas na rede elétrica. O não cumprimento da decisão da décima 1ª vara cível traria custos para a fornecedora de energia.

A Energisa informou que, para regularizar o fornecimento de energia, os moradores da área devem buscar a regularização da propriedade junto aos órgãos competentes e apresentar os comprovantes de posse e propriedade das residências.

Moradores cobram apoio do governo para regularizar fornecimento de energia — Foto: TV Sergipe/Reprodução

Um grupo foi até o Palácio dos Despachos, no Distrito Industrial de Aracaju, para buscar o apoio do governo do estado no restabelecimento do fornecimento. “A gente quer que o governo nos ajude e a gente tenha energia, assim como foi com a água”, disse o morador Erivaldo Santos, que informou que há cerca de três meses a distribuição de água foi regularizada na região.

Durante uma reunião realizada com um representante do governo, ficou acertado que o estado iria acompanhar a situação e um novo encontro deve ocorrer para tratar sobre o assunto.

Por G1 SE

Deixe uma resposta