Prefeitura de Aracaju mantém toque de recolher e medidas de enfrentamento ao novo coronavírus

Photo of author

Por Isto é Aracaju

Decisão foi formalizada em decreto nesta sexta-feira.

A Prefeitura de Aracaju decidiu manter as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. A decisão foi anunciada pelo prefeito Edvaldo Nogueira, nesta sexta-feira (23) após reunião do Comitê de Operações Emergenciais (COE), onde foram analisados os dados sobre a situação epidemiológica da Covid-19 na capital.

Com isso, a cidade vai continuar com toque de recolher, das 22h às 5h, e com a vedação do funcionamento dos serviços não-essenciais no fim de semana. Praias e parques também permanecem fechados aos sábados e domingos.

Também fica mantido o escalonamento no funcionamento das atividades econômicas durante a semana. No Centro, os estabelecimentos e serviços não-essenciais seguem funcionando das 9h às 19h, e o comércio nos demais bairros abre das 10h às 20h. Supermercados, minimercados e congêneres funcionam das 8h às 20h. Shoppings centers, centros comerciais, galerias e lojas de departamento funcionam de 10h às 20h.

Da mesma forma, as instituições bancárias estarão abertas ao público das 9h às 15h, com exceção para o pagamento de benefícios sociais, e os órgãos públicos municipais, que prestam serviços não-essenciais, permanecem com funcionamento das 9h às 15h. Mercados municipais também continuam funcionando das 6h às 15h. O decreto é válido até 29 de abril.

Para o transporte público, a gestão continuará disponibilizando 100% da frota em horários de pico, com redução da circulação dos veículos a partir das 21h, e suspensão da operação às 22h30, em respeito ao toque de recolher.

“Ainda há um crescimento no número de infectados, assim como também há um aumento na ocupação de leitos, tanto de UTIs quanto de enfermarias. A taxa de letalidade também apresentou um aumento. Todas essas circunstâncias nos levaram a decidir pela manutenção das determinações estabelecidas no decreto anterior, ao tempo em que trabalhamos para vencer essa pandemia”, explicou o prefeito.

Por G1 Sergipe

Deixe um comentário