Anuncie aqui no Isto é Aracaju

Pais são indiciados pela morte do filho em Itabaiana

Photo of author

Por Isto é Aracaju

Menino morreu por lesão cerebral e não por queda, como relataram os genitores. O pai da criança já está preso, e buscas estão sendo realizadas para localizar a mãe.

A Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), da Delegacia Regional de Itabaiana, concluiu as investigações que apuraram a morte da criança de nome Heitor, de um ano e quatro meses, que ocorreu no município de Itabaiana, no dia 18 de fevereiro. Como resultado do procedimento investigativo, foram indiciados os pais da criança, Adriano Junior Gois Nascimento e Bianca Bispo de Souza. O pai da vítima já encontra-se preso em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

De acordo com a delegada Lorena Rocha, a investigação apurou que a causa da morte não foi uma queda, como alegado pelos genitores. “O lapso temporal da hospitalização não é compatível e segundo as informações técnicas acostadas aos autos, a causa da morte da criança foi uma lesão cerebral, com a ausência de qualquer fratura no crânio, que é bastante compatível com o quadro que é mais conhecido como síndrome do bebê sacudido”, destacou.

Diante das evidências coletadas durante o procedimento investigativo, foram feitos os pedidos de prisão, conforme explicou Lorena Rocha. “O inquérito policial foi concluído com o indiciamento dos pais pelo crime de tortura com resultado morte. A denúncia foi oferecida e recebida pelo Poder Judiciário com o acatamento da prisão preventiva”, reiterou.

O pai da criança já encontra-se preso, mas as buscas seguem para localizar a mãe de Heitor. A Polícia Civil pede que informações sejam repassadas por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181. O sigilo do denunciante é garantido.

Acompanhe também o Isto é Aracaju no Instagram, Facebook e no Twitter

Deixe um comentário