Canindé de São Francisco — Foto: Denise Gomes/g1/SE

A segurança dos passeios realizados no Cânion de Xingó, em Canindé de São Francisco, foi tema de uma reunião que aconteceu, nesta quarta-feira (26), na Promotoria de Justiça do município.

O encontro reuniu representantes das secretarias de estado e municipal do turismo, de órgãos ligados ao setor, da Marinha, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), além da Defesa Civil. A conclusão foi de que o local não oferece risco aos visitantes.

Apesar da conclusão positiva, o secretário de estado do turismo, Sales Neto, falou que mais estudos serão feitos para dar ainda mais segurança às pessoas que frequentam o local.

O debate sobre a segurança na região foi iniciado, após o acidente no Cânion do Lago de Furnas, em Capitólio, em Minas Gerais, no início de janeiro.

Xingó

O Cânion de Xingó foi formado pela hidrelétrica entre os municípios Canindé do São Francisco (SE) e de Piranhas (AL). São 62 km² de espelho d’água e em alguns locais a profundidade chega a 170 metros.

Fonte: g1 SE

Acompanhe também o Isto é Aracaju no Instagram, Facebook e no Twitter

Deixe uma resposta