Lagarto: Operação Double Shock: Ação conjunta desarticula dois grupos criminosos que traficavam drogas

Ação policial cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão no município da região do centro sul sergipano

Atualizada às 8h – Foi deflagrada, na manhã desta sexta-feira (13), mais uma ação conjunta de combate ao tráfico de drogas na cidade de Lagarto. A Operação Double Choque é fruto de investigações da Divisão de Narcóticos da Delegacia Regional de Lagarto. A ação policial contou com a participação de equipes das polícias Civil, Militar, Grupamento Tático Aéreo (GTA) e guardas municipais de Aracaju e Lagarto. Até o momento, oito suspeitos foram presos em cumprimento a mandados de prisão e outros quatro foram presos em flagrante. Além deles, um outro investigado – identificado como Jeferson Almeida da Rosa, conhecido como “Chevete” – entrou em confronto com as equipes policiais. Na operação, também foram apreendidos dois revólveres, celulares e drogas.

De acordo com o delegado Wellinton Junior, a operação é fruto de dois inquéritos policiais sobre o crime na região. “As investigações culminaram na representação das prisões preventivas de dez investigados por tráfico de drogas. São duas associações criminosas voltadas para o tráfico, que vem praticando o crime em Lagarto e região”, detalhou.

“Nós assumimos a 1ª Divisão da Delegacia Regional de Lagarto no início deste ano. Tivemos acesso a uma investigação iniciada no final do ano passado e demos prosseguimento a essa investigação e identificamos mais alguns envolvidos no grupo criminoso”, acrescentou o delegado.

O nome da operação – Double Shock -, conforme o delegado, faz alusão a um duplo choque na criminalidade na cidade de Lagarto, levando em consideração o fato de serem dois grupos criminosos que atuavam na região.

“Além da investigação da associação comandada por Jeferson Almeida, foi deflagrado o cumprimento de mandados de prisão contra outra associação criminosa voltada para o tráfico, o que deu o nome à operação”, concluiu o delegado. 

Publicidade

Empregue-SE

Deixe uma resposta