Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (23), o ex-prefeito de Itabaiana e atual pré-candidato ao governo de Sergipe, Valmir de Francisquinho (PL), e o seu filho, o deputado estadual, Talysson de Valmir (PL) foram condenados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, um processo movido contra eles analisava o abuso de poder econômico.

Houve um pedido de vistas do ministro Carlos Horbach, ele votou a favor de Valmir, junto Alexandre de Moraes e Benedito Gonçalves.

O ministro Sérgio Silveira Banhos que foi o relator do processo votou pela inelegibilidade de Valmir, o voto dele foi acompanhado por Kássio Nunes Marques, Mauro Campbell Marques e pelo presidente do TSE, Luiz Edson Fachin.

O resultado deixa Valmir de Francisquinho inelegível para disputar as eleições deste ano, sendo assim frusta os seus planos de ser governador.

Por Reinaldo Valverde / SimaoDiasComoEuVejo.com.br

Fique por dentro!
Para ficar por dentro de tudo sobre Notícias de Aracaju e de Sergipe, siga @istoearacaju no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Deixe uma resposta