Borracheiro é condenado a 11 anos e 11 meses pelo quarto homicídio cometido em Socorro

De acordo com a defesa, foi constatado que Naldo sofre de transtorno de personalidade dissocial

O borracheiro Naldo foi julgado novamente, em Nossa Senhora do Socorro, na tarde desta quinta-feira (4).

Josenaldo dos Santos já foi condenado por três homicídios e ocultação de cadáver, e hoje, mais um caso da mesma natureza foi julgado. Dessa vez, tratava-se de uma mulher que foi morta no conjunto, Piabeta, em 2011. Naldo foi condenado, por este crime, a 11 anos e 11 meses de prisão de regime fechado.

Conforme a defesa de Naldo, foi constatado a partir de exames de sanidade mental que ele possui transtorno de personalidade dissocial, o que teria levado ele a cometer os crimes.

• Compartilhe essa notícia no WhatsApp

Fonte: redação Portal A8SE

Fique por dentro!
Para ficar por dentro de tudo sobre Notícias de Aracaju e de Sergipe, siga @istoearacaju no Instagram.

Agora também estamos no Telegram! Clique aqui e receba todas as notícias e conteúdos exclusivos em primeira mão.

Publicidade

Empregue-SE

Deixe uma resposta