Canal WhatsApp Isto é Aracaju

Demolição controlada é realizada no residencial atingido por explosão em Aracaju

Photo of author

Por Isto é Aracaju

O acidente causou desabamento da edificação, deixando seis mortos e 13 feridos.

explosão em Aracaju
Demolição controlada no residencial atingido por uma explosão no Bairro Santo Antônio, em Aracaju

Neste sábado (6), equipes da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb) realizam demolição controlada no residencial atingido por uma explosão no Bairro Santo Antônio, em Aracaju, no início da semana. O acidente causou desabamento da edificação, deixando seis mortos e 13 feridos.

Segundo a Emurb, eles estão trabalhando na limpeza e retirando a carga acima da laje, que ficou pendurada. O apartamento de cima já foi demolido.

Técnicos do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Sergipe (Crea-SE) estiveram no local e coletaram material para fazer uma perícia técnica. O relatório será anexado nas investigações da Polícia Civil.

Entenda o caso

A explosão foi causada por um vazamento de gás de cozinha na parte térrea da edificação irregular, que possui dois andares e abriga 44 apartamentos no fundo, de uma casa. Dezesseis imóveis desabaram e causaram morte de cinco pessoas. Outras 14 foram resgatadas com vida. A operação de busca e salvamento durou quase 50 horas.

Das vítimas fatais, as três primeiras foram identificadas como Isla Solimar Batista Santos (20 anos), Weslly André Santos (20 anos) e Guilherme Alves de Souza (21 anos). Eles tinham lesões principalmente na região da cabeça e algumas escoriações no corpo. As mortes aconteceram por uma ‘ação contundente’ provocada pelo desmoronamento da unidade residencial.

Os últimos corpos, sendo um homem e uma mulher, foram encontrados nos escombros do prédio na terça-feira (2). As famílias desalojadas irão receber aluguel social da Prefeitura de Aracaju.

Irregularidade

Segundo os órgãos que atuaram no resgate das vítimas, o imóvel não tinha atestado de regularidade da instituição, o que impedia emissão de alvará de funcionamento. Além disso, não apresentava características externas que demonstrassem ser uma residência multifamiliar. Portanto, mantinha pessoas morando nas habitações de forma irregular.

Uma perícia foi realizada pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Científica e Defesa Civil de Aracaju, pois ainda há pontos instáveis com risco de desabamento.

Investigação

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar circunstâncias da explosão responsável pelo desabamento da edificação.

Segundo o delegado André Gouveia, o inquérito tem como objetivo esclarecer os fatos em torno da ocorrência. “Existe possibilidade culposa, mas é a investigação que irá dizer da existência ou não”, complementou o delegado.

A dona será ouvida juntamente com outras testemunhas ainda nesta semana. Após coleta de dados e informações, será feito o trabalho investigativo com previsão de 30 dias.

Deixe um comentário