A Prefeitura de Aracaju lançou nesta quarta-feira, 24, o edital do Processo Seletivo Simplificado da Educação (PSS) para contratação de professores substitutos. Com o objetivo de tornar as seleções cada vez mais igualitárias, mais uma vez será aplicada a lei de cotas para pessoas pardas e pretas, seguido do processo de heteroidentificação, que desta vez acontecerá de forma remota.

Das 389 vagas oferecidas neste PSS, 10% serão preenchidas por candidatos autodeclarados pretos e pardos. Para serem aprovados na vaga, é preciso que estes candidatos passem pelo processo de heteroidentificação, que é adotado em todos os processos seletivos da Prefeitura de Aracaju, assegurado pela lei municipal nº 5.409, de julho de 2018.

“A Secretaria Municipal da Educação foi a primeira da administração municipal a utilizar o sistema de cotas e a heteroidentificação, aplicados no nosso último PSS, em 2018/2019. Agora, em 2021, seremos pioneiros mais uma vez. Este será o primeiro processo seletivo do Estado de Sergipe a manter essa regulamentação e constituir a heteroidentificação garantindo os protocolos sanitários de combate à covid-19 e o distanciamento social, realizando a heteroidentificação de forma online”, destaca a secretária municipal da Educação, Maria Cecília Leite.

Os candidatos habilitados dentro do quantitativo previsto no edital serão convocados, conforme previsto no cronograma, para enviarem eletronicamente fotos, documentos e vídeo para análise da Banca de Heteroidentificação, através da plataforma AjuInteligente (ajuinteligente.aracaju.se.gov.br), obedecendo o prazo estabelecido para envio.

Consideram-se candidatos afrodescendentes aqueles que se autodeclaram pretos ou pardos no ato da inscrição, conforme o quesito cor ou raça utilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Estes candidatos serão avaliados pela banca examinadora, que atestará a veracidade da informação declarada no ato da inscrição.

A professora Lady Daiane Batista dos Santos foi convocada no último PSS da Educação. Ela passou pelo processo de heteroidentificação e considera que este é um grande avanço na busca por igualdade racial.

“Um processo seletivo exige que todos os procedimentos sejam realizados de forma organizada e transparente. A heteroidentificação foi avaliada por uma equipe especializada e que detém conhecimento e propriedade para que a seleção seja realizada de forma correta, garantindo assim que as vagas fossem realmente ocupadas pelos candidatos que cumprem as exigências do edital”, frisa Lady.

A professora Daiane Anjos Alves também passou pelo processo de heteroidentificação no último PSS e elogia a ação da Prefeitura. “Sou prova segura deste processo. Segui todas as regras do edital e fui contemplada. Achei muito interessante e humano da parte da Prefeitura de Aracaju, pois assegura a igualdade de direitos. Nós somos uma classe de pessoas inteligentes, não é a nossa cor ou nossa raça que define quem somos. A Prefeitura está de parabéns em pensar na inclusão”, elogia Daiane

PSS 2021A Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplog), publicou, nesta quarta-feira, 24, o edital nº 1/2021 para o Processo Seletivo Simplificado para contratação de professores substitutos por parte da Secretaria Municipal da Educação (Semed). As inscrições para a seleção acontecem de 29 de março a 5 de abril, através do site da Prefeitura.

Os 389 professores contratados para a função temporária de professor substituto desempenharão a função nas áreas de Pedagogia, Língua Portuguesa, Matemática, História, Geografia, Ciências, Língua Inglesa, Educação Física e Artes. 

Todo o processo seletivo será feito online, sem que o candidato precise se deslocar aos órgãos municipais. O objetivo é evitar quaisquer aglomerações, além de gerar mais comodidade aos candidatos interessados em participar da seleção.

Por PMA

Deixe uma resposta