Ele é suspeito de incitar atos contra o sistema de transporte da Grande Aracaju 

Foto: Aline Aragão

O ex-vereador Adriano Oliveira, conhecido como Adriano Taxista, vai passar por uma audiência de custódia neste domingo (28). Ele foi preso ontem, sob suspeita de incitar os atos contra o sistema de transporte da Grande Aracaju, provocando a paralisação do serviço.

Familiares e amigos se reúnem em frente a delegacia (Foto: Aline Aragão)

Adriano foi preso em flagrante em uma mobilização dos rodoviários na região dos mercados de Aracaju, no local os policiais militares também apreenderam um carro de som que estava sendo utilizado no ato.

Durante a tarde do sábado (27), foi grande a movimentação em frente à 3ª Delegacia Metropolitana de Aracaju, a Plantonista Norte. Familiares e amigos chegavam a todo momento. Alguns taxistas e rodoviários também compareceram para se solidarizar.

De acordo com a Polícia Civil, o ex-parlamentar será indiciado pelos crimes previstos nos artigos 265 – que dispõe sobre o atentado contra a segurança ou funcionamento de serviços de utilidade pública -, 268 – que refere-se à infração de determinação do poder público destinada a impedir a introdução e a propagação de doença contagiosa e 330 – sobre a prática de desobediência de ordem legal de servidor público. 

“Os atos, induzidos por ‘Adriano Taxista’, descumpriram decisões judiciais que determinam a prestação do serviço à população”, informou a SSP/SE

Segundo o advogado de defesa, Gustavo Vasconcelos, a prisão é arbitrária, e não há motivos para que o cliente continue preso. 

Por Aline Aragão/F5 News

1 COMMENT

Deixe uma resposta